quinta-feira, 10 de março de 2011

Arriverderci Angkor Wat

Nesta quinta houve a primeira ação internacional do Primeira Linha, indo atrás do paradeiro do radioativo e perigoso Doutor Urano... para o Cambodia fomos de carona em uma black op da Força Azul e, no caminho, a presença de raças alienígenas e a perigosa organização criminal internacional Sombra como oponentes. Quase rolou uma morte no grupo, coisa básica. Mas solucionamos o problema, ainda que à custa do magnífico templo milenar de Angkor Wat, que sumiu em um cogumelo atômico. Pena, uma pena. No lucro, mais sobre a conspiração alienígena que periga dominar o mundo.

Business as usual.

2 comentários:

Daniel Gargula disse...

É Camboja!

Luiz Felipe Vasques disse...

Na verdade, é कम्बोजदेश :) Mas ambas as grafias podem ser aceitas, em "Ocidental". Em Português, Camboja é mais popular.