quinta-feira, 23 de julho de 2009

A Saga da Eótheód

Depois de alguns dois ou três anos de interrupção, ontem retornei, em uma breve sessão solo, com o bardo Aelfwinë, inesperado convidado na corte do Rei Thranduíl dos Elfos Silvestres, após por eles terem sido salvos, ele e os seus.

Foi uma sessão mais social, pegando o jeito do sistema novamente, assim como do personagem.

Próxima sessão, o bem-bom acaba, e a difícil viagem até a cidade natal - invasores bárbaros, orcs, necromantes, javalis sobrenaturais e sei lá mais o que - começa. Participação especial... Legolas!

3 comentários:

otelhado disse...

"Participação especial... Legolas!"

E de Randir, Vigia da Floresta, 20 Advancements e milhares de anos nas costas, se perguntando o que fez para merecer virar pagem do (então) jovem e inexperiente filho de Thranduil!

=)

-Daniel

Luiz Felipe Vasques disse...

Mas Randir existe mesmo nos escritos?

Daniel disse...

Nope... um NPC que tirei da sacola.