quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Ao rolar de 2008...

RPGisticamente, o grande tchan do ano foi, sem dúvida, a campanha de Mutantes e Malfeitores do Universo 73, do meu prezado Daniel Gárgula, que finalmente voltou a mestrar regularmente, após um interregno que levou à dissolução, temporária esperamos todos, das rodas de Lobisomem e o Caern do Vento Frio.

Este jogo - talvez o maior lançamento do ano no Brasil - também me levou a voltar a mestrar não na regularidade que eu pretendo, mas chegaremos lá. Afeito sempre a novas idéias, Gárgula topou eu mestrar no mesmo universo criacional, mas em uma cidade diferente da que ele escolhera como base, Nova York. Nada mais natural do que Rio de Janeiro, e assim eu comecei algo que estou cada vez mais gostando.

Desde que reinicei o blog, em Março, registrei aqui 22 sessões de jogo, 14 como jogador e 8 como GM. Mas devo ter tido mais duas, pelo menos, como jogador, antes de Março, considerarei então que foram 24 partidas ao longo do ano. Houve ainda uma, poucas semanas atrás, que não registrei no blog, mas que será contada entre as mestragens, então somando 23 sessões de jogo.

Mestrados: 9. Mutantes e Malfeitores 6, Aberrant 2.
Mutantes e Malfeitores (Rio 73): 5 (ainda que uma só montando um personagem)
Aberrant (Team Tomorrow Europa do Leste): 2
Aberrant (Dragões da Independência): 1

Jogados: 16. Mutantes e Malfeitores 10, Aberrant 3, DC Heroes 1, Grécia d20 1, Scion 1.
Mutantes e Malfeitores (U 73): 10
Aberrant (Cruzeiro do Sul): 3
DC Heroes (Euroforce): 1
Grécia d20: 1
Scion: 1

A título de envolvimento, M&M teve 16 sessões de jogo, Aberrant 5, DC Heroes, Euroforce, Grécia d20 e Scion, apenas 1. M&M foi, de fato, meu grande jogo este ano.

Aberrant eu pretendia que houvesse um comeback mais expressivo, reativando T2M Europa do Leste, minha roda preferida, mas problemas de agenda, bem... tentei inaugurar uma roda nova dentro do universo de Cruzeiro do Sul, os Dragões da Independência, mas entre problemas de agenda e desencanto com o sistema, não foi além da primeira sessão. Se é verdade que quem segura uma roda é GM e não o sistema, bem...

Da Cruzeiro do Sul em si, tivemos um tão ansiado retorno, mas problemas de agenda postergaram futuras sessões. Apenas conseguimos encerrar um arco de campanha na espera há duros anos, e o foi, pra lá de a contento.

Quase fechando o ano surge finalmente uma experiência prática de Scion. Gostei, gostei, apesar de um pouco de deja vu, se você já jogou Exalted e Aberrant. O sistema é filho direto destes dois, e há um parentesco com ambas as propostas. Não gosto de fazer resoluções ou promessas, mas aaaaaa futuro talvez eu mestre.

Grécia d20 o GM está fazendo corpo mole, e deve ser brutalmente espancado por isto. Sua última desculpa agora é o retorno ao país de um dos jogadores, então espera para ele chegar, nhenhenhé.

Da minha querida Euroforce, atribulações da vida real nos reduziram a uma sessão de jogo. Mas Ruthvania shall prevail! - de minhas rodas queridas não desisto nunca.

De personagens, foi bom rever American Atlas, cuja ficha original, de dez anos, é ainda a que uso. Tentei fazer uma ficha a limpo (ênfase em 'limpo'), mas ela sumiu misteriosamente, após guardar junto com a antiga. A antiga parecia mais gordinha. Entendi o recado.

Assim como foi bom rever, ainda que brevemente, o bom Conde Darkov, monarca incompreendido, em seu eterno caminho entre a luz e as trevas.

Cylon de Cnossos podia ter aparecido mais. Nota mental: espancar o GM.

Red Phoenix talvez seja um dos meus preferidos, a futuro. Gostei do jeito do guri.

2008 não foi quando eu voltei com Castelo Falkenstein, um jogo que eu sinto falta de conviver. Talvez ainda não seja bem a hora. Vamos ver o que nos traz 2009.

A todos com quem me sentei ao redor de uma mesa e rolei dados, obrigado por estarem aqui, e um feliz ano novo!

Um comentário:

Daniel "Gárgula" Braga disse...

Da minha parte acredito que 2009 será um ano bom!

Fechamos 2008 no Universo 73 com o aparecimento do bizarro grupo de vilões Oz que veio para literalmente mexer com a mente de todos!

Agora é bola para frente!